Parabéns, você acabou de adquirir (ganhar) seu tão esperado MINI COELHO.

E agora? O que fazer? Como cuidar?

 

 

MANUAL DE CUIDADOS

 

PREPARAR O ESPAÇO DE SEU COELHO

Escolha um lugar tranquilo em sua casa, onde ele possa se sentir seguro, longe de cães, gatos e galinhas, pois o convívio com estes animais pode trazer doenças e estressar seu coelhinho. Lembre-se que ele é apenas um filhote e tudo é muito novo para ele. 

Compre tudo que for necessário para que ele tenha uma vida saudável e feliz: * Gaiola com comedouro, *bebedouro, *descanso de patas, *ração e *feno, são os principais itens para criar seu Pet.

Tudo arrumado? Agora sim.

 

CHEGANDO EM CASA

Ao chegar em casa deixe seu coelhinho descansar, ele deve estar estranhando tudo a sua volta. O passeio até em casa foi completamente diferente de tudo que ele já experimentou. No transporte até aí ele foi sacudido, escutou muitos ruídos diferentes aos que ele estava acostumado e deve ter se estressado bastante. Nada como silêncio, sombra e água fresca. É provável que ele não se alimente direito. Tenha calma, tudo vai entrar nos eixos. Deixe-o lá em seu espaço para se acostumar com os ruídos normais da casa.

Uma dica que sempre dou, e que é muito difícil de resistir, mas vale a pena fazer, é deixar seu filhotinho em sua gaiola por 10 dias sem tirá-lo de lá para colocá-lo no chão. Nesse período ele só pode ganhar colo. Você pode carregá-lo por um tempinho, fazer carinho, e se ele ficar inquieto, coloque-o novamente na gaiola. Isto fará com que ele faça xixi e coco apenas em sua gaiola. Seu cheiro vai ficar impregnado ali em seu banheirinho (uma CAIXINHA de metal com feno). Para limpar a gaiola, não use produtos perfumados, passe água sem esfregar demais para o cheiro não sair por completo. Depois de 10 dias ele estará pronto para seguir os passos do adestramento fora da gaiola.

 

GUIA DE ADESTRAMENTO

Para forração da “CAIXINHA” para o xixi e as fezes, o material mais usado nas criações é o feno (eu prefiro o feno), serragem, produtos específicos para roedores como o pipi pet, kitty cat e similares.

Coloque uma camada de jornal no fundo da “CAIXINHA” e uma camada espessa de feno ou similar sobre o jornal.

O coelho irá comer o feno na parte da frente e fazer as necessidades na parte traseira da caixa (é muito normal que eles comam e ao mesmo tempo façam as suas necessidades).

Se você for usar esse método, não coloque feno em qualquer outro local. Ele ficará confuso e não saberá onde fazer as necessidades.

Se não puder usar feno e for utilizar produtos similares, seja qual for o material que você escolher, limpe regularmente a “CAIXINHA”.

Durante o adestramento você pode usar a “CAIXINHA” levemente suja para auxiliar no ensino e ajudar o coelho no reconhecimento do local onde ele deve fazer as necessidades.

Após o adestramento, para lavar o “banheirinho” utilize vinagre branco (elimina os minerais formados na superfície) ou lave-a com água e sabão neutro.

Se você limpar continuamente a “CAIXINHA”, ele pode supor que ela deve ser mantida limpa e não vai querer usá-la. O cheiro dele também é outra atração para que continue a usá-la.

(IMPORTANTE) – Restrinja o coelho a uma pequena área (de preferência sem tapetes) e coloque a “CAIXINHA”. Não dê acesso a qualquer outra parte da casa antes que ele urine na “CAIXINHA”.

Você deve permanecer tanto tempo quanto possível na área de adestramento para observar o comportamento dele.

Se o coelho acidentalmente sujar fora da “CAIXINHA”, limpe imediatamente com uma toalha de papel, coloque a toalha parcialmente debaixo do feno, e depois coloque o coelho na “CAIXINHA”. Isto mostrará que a urina deve ser feita na “CAIXINHA”. Se o coelho fizer qualquer bolinha no piso, pegue imediatamente o coelho e a bolinha e coloque-os na “CAIXINHA”.

Elogie seu coelho quando estiver fazendo as necessidades na “CAIXINHA”.

Quando você precisar sair ponha o seu coelho e a “CAIXINHA” de volta na casinha ou gaiola. Se o coelho estiver usando adequadamente seu “banheirinho”, então você pode deixá-lo sair para outros ambientes.

 

SOLTANDO SEU COELHO

Deixe seu coelho passear pela casa (pelo menos 2 horas por dia), para pular, brincar, correr, se esconder, explorar e se exercitar, sempre com supervisão. Não deixe seu coelhinho solto pela casa sem estar de olho, ele pode roer fios, móveis e outros objetos que podem fazer mal a ele.

Se quiser levar seu coelho para um passeio ao ar livre, é melhor usar uma coleira peitoral para não correr o risco de ele disparar e você não conseguir pegá-lo.  

 

CUIDADOS

Nunca deixe seu coelho exposto ao sol, chuva ou mudanças bruscas de temperatura, eles não gostam do calor, preferem o frio, mas não muito frio.

Na gaiola deve sempre ter água e feno à vontade.

Um coelho precisa de um “descanso de patas”, tábua de pinus dentro de sua gaiola para que ele possa descansar evitando calos na sola dos pés. 

 

CARREGANDO SEU COELHO

Nunca levante seu coelho pelas orelhas, eles sentem muita dor e pode acabar destroncando as mesmas.

A forma correta é pegá-lo pelo dorso (cangote) e, com a outra mão, apoiar o traseiro, tomando muito cuidado para não puxar os pelos dele e nem se arranhar, pois nesta hora eles sentem insegurança por não estar com as patas apoiadas no chão e costumam “espernear”.

 

A ALIMENTAÇÃO

Aqui vão algumas dicas do que o seu coelho pode ou deve comer. A base da alimentação dos coelhos é composta por ração - encontrada em pet shop (recomendamos qualquer uma que tenha 16%  a 17%  de PB – Proteína Bruta) e verduras. É muito importante que seja oferecido ao seu coelhinho outros alimentos tais como os descritos abaixo e que não devem ser oferecidos ao coelho antes de 2 meses e meio de vida.  Após 2 meses e meio podem ser oferecidos por uma semana, em pequenas quantidades, para observar o comportamento do coelho em relação ao novo alimento. Coelhos têm o sistema digestivo muito sensível, por isso deve-se ter um cuidado muito grande com a alimentação.

 

  • Feno Tifton ou Coast Cross (à vontade);

  • Cenouras e as folhas (eles gostam mais das folhas);

  • Couve flor e as folhas;

  • Brócolis e suas folhas;

  • Aipo e suas folhas;

  • Chicória;

  • Vagem;

  • Rabanete  (moderadamente)

  • Ervilha e as folhas;

  • Pimentão;

  • Abóbora;

  • Espinafre (ocasionalmente);

  • Nabo (ocasionalmente);

  • Folhas de amoreira;

  • Folhas de bananeira;

  • Folhas de goiabeira;

  • Folhas de jabuticabeira;

  • Folhas de mangueira;

  • Capim Napier;

  • Capim Marmelada;

  • Capim Elefante;

  • Capim Angola.

 

Obs:  as folhas verdes claras geralmente provocam diarréia nos coelhos, por esse motivo podem ser muito perigosas. NUNCA DÊ ALFACE ao seu coelhinho.

A água deve ser fresca e dada à vontade e o recipiente deve ser lavado diariamente não podendo ficar exposto ao sol.

 

PORÇÕES DIÁRIAS DE RAÇÃO

 

  • filhote de 45 dias: 60 gr diárias

  • Adulto: 120 gr diárias no máximo

  • Se estiver prenha: 150 gr diárias

  • ou com filhotes: 180  gr diárias

 

Não alimente seu coelhinho demais, um coelho com excesso de peso pode ter problemas de saúde.

 

A SAÚDE

As doenças mais comuns nos coelhos são:

 

  • Diarréia – devido alguma bactéria ou alimentação inadequada;

  • Resfriado – por mudanças bruscas de temperatura;

  • Insolação – por ficar muito tempo exposto ao sol (durante o verão);

  • Sarna na orelha ou corpo e Micose – provocadas por algum tipo de fungo.

 

Percebendo alguma destas doenças procure um veterinário imediatamente para indicar o melhor tratamento.

Coelhos são animais muito sensíveis e podem morrer em poucas horas com uma simples diarreia.

 

PELOS, UNHAS E DENTES

Pelos – Os coelhos não precisam tomar banho, pois constantemente estão se limpando, mas se houver a necessidade de dar um banho no seu coelhinho e você não puder levá-lo a um Pet Shop, a água deve estar morna e, logo após o banho, seque-o  muito bem com secador na temperatura morna (nunca deixe seu coelho molhado).

O Shampoo e o sabonete devem ser neutros ou utilize produtos infantis. Jamais use produtos para cachorro como, por exemplo, shampoo anti pulgas.

Os coelhos de pelos longos (peludinhos) devem ser escovados 2 vezes por semana para não formarem nós (embolar).

Os coelhos se lambem o tempo todo, mas não vomitam os pelos que engolem, por isso é tão necessária a escovação, assim evita-se sérios problemas intestinais.

Unhas – Para cortar as unhas do seu coelho você pode levá-lo a um Pet Shop ou, se preferir, você mesmo pode cortar com um alicate apropriado (encontrado em Pet Center).

Caso você resolva cortar em casa o único cuidado que deve ter é se atentar à parte rosada das unhas (são as veias dele). Corte sempre um pouco à frente dessa parte rosada para não causar sangramento, que é muito difícil de estancar. Nos coelhos com unhas escuras o cuidado deve ser redobrado, pois não dá para ver a parte rosada (as veias).

Dentes – Os dentes dos coelhos crescem constantemente. Para desgastá-los ofereça alimentos como cenouras, feno e outras verduras.

Ofereça também brinquedos de madeira pinus (sem tratamento químico).

 

A HIGIENIZAÇÃO DA GAIOLA

Os cuidados básicos para uma boa higiene da gaiola do seu coelhinho são:

Usar material absorvente na bandeja coletora. Ex: jornal, maravalha, etc.

É importante que tenha uma grade no fundo da gaiola para que o coelho não tenha contato direto com o material absorvente e nem com os dejetos.

Caso esteja utilizando apenas jornal (que é um dos mais utilizados) é importante que esse seja trocado pelo menos duas vezes por dia para que não haja o acúmulo de XIXI do coelho, pois pode causar mal cheiro!

 

OS BRINQUEDOS

Você vai descobrir que os coelhos adoram brincar!

Você pode dar a ele diversos acessórios para brincar, como por exemplo:

  • Bolinha (maior do que a boca dele para que ele não engula);

  • Brinquedos de madeira (encontrados em Pet Center) ajudam também a desgastar os dentes;

  • Rolos de papel toalha ou papel higiênico;

  • E você... você mesmo, os coelhos adoram brincar com a gente de pega-pega e de esconde-esconde.

 

A COMUNICAÇÃO

Coelhos não latem, não miam, nem fazem outros ruídos típicos de comunicação (exceto quando estão com medo ou dor, quando podem gritar), porém, a linguagem corporal deles pode ser percebida como indicativo de emoções. A seguir, a descrição de atitudes observadas nesses animaizinhos que podem ajudar você a comunicar-se com eles.

O comportamento mais típico dos coelhos e difundido pelos desenhos animados é a batida no chão com a pata traseira. Sim, os coelhos fazem isso para mostrar que estão nervosos ou agitados.

Machos não castrados também marcam o território com urina (você pode eliminar o cheiro da urina lavando o local com água e vinagre) e esfregando o queixo nos objetos.

Correm e bem rápido – é uma das defesas naturais dos coelhos. Eles podem saltar alto e longe. Eles gostam de treinar corridas, e muitas vezes gostam de brincar de pega-pega.

Correr à sua volta em círculos indica felicidade por sua presença. Alguns mais ativos podem incluir algumas leves mordidinhas nos seus sapatos, mas você pode ensiná-los dizendo “Não!” em tom firme.

Correr e pular contorcendo o corpo é de pura felicidade. Um coelhinho que vive em uma gaiola pode dar muitos saltos desse tipo quando é solto.

Coelhos podem pedir carinho (e comida) tão dramaticamente como cachorrinhos pidões. Eles olham pra você atentamente, empurram você com o focinho, às vezes até mordiscam. Esticam a cabeça em sua direção, abaixando as orelhas. Não deixe de lhe fazer um agrado nessa hora, ou ele pode se magoar.

Coelhinhos cheirando tudo, com o pescoço esticado para frente e as orelhas bem viradas para frente, estão curiosos e tentando descobrir coisas novas. Eles também podem ficar de pé para observar/ouvir melhor.

Ao contrário, coelhinhos relaxados e tranqüilos podem deitar-se com a barriga para baixo ou mesmo de lado com as patas traseiras esticadas. Eles também podem parar de mexer o focinho, relaxar a cabeça e fechar total ou parcialmente os olhos.

Muitos coelhinhos não gostam de ser virados de barriga para cima, nem serem afagados embaixo do queixo ou na barriga. Prefira acariciar a cabeça, testa ou carinhos longos (ou escovações) da cabeça até o final das costas. Com a convivência descobrirão maneiras de se comunicar.

 

ENTENDA SEU COELHO

Gosto de você = lamber a pessoa

Estou feliz = correr e pular se contorcendo

Não quero conversar = virar de costas para a pessoa, recusar carinho e guloseimas

Estou nervoso = jogar longe brinquedos e comedouros

Há algo me perturbando = bater a pata traseira

Acaricia-me = esticar a cabeça, com as orelhas abaixadas, em direção à pessoa

Preciso relaxar = deitado com a barriga para baixo ou de lado com as pernas esticadas

Medo ou dor = chiar

Forte dor = ranger os dentes e babar

 

Nós da COELHOS CANTÃO esperamos ter te orientado nos cuidados e ajudado você a conhecer melhor esse animalzinho maravilhoso que é o coelho. Em caso de dúvida estamos à sua disposição: brescialili@hotmail.com ,  (31)99537374 – (31)36618565  - Liliane ou Gil ou deixe um recado aqui no nosso site.

© 2023 by Glorify. Proudly created with Wix.com